o que é tokenização, tokenização, tokenização de ativos, tokenizado, tokenização o que é

O que é Tokenização?

Se você ainda não sabe o que é tokenização, não se preocupe, ainda está em tempo.

A tokenização de ativos está transformando o modo como os investimentos são realizados e oferecendo segurança, agilidade, transparência e acessibilidade às transações.

Preparamos esse guia completo para você entender tudo o que precisa sobre tokenização de ativos.

Aqui você verá

  • O que são ativos
  • O que é token de ativo
  • Qual é o processo de tokenização
  • O que é Blockchain
  • O que são Smart Contracts

Com essas informações, você vai ter todos os conhecimentos sobre o que é tokenização e como funciona.

Vamos lá?

O que é tokenização?

A tokenização é o processo de fragmentação de um ativo real em frações digitais para que possam ser facilmente negociados.

Essa prática está mudando a maneira como o mundo olha para os investimentos e traz vantagens tanto para os investidores quanto para os donos dos ativos.

Para entender como este processo funciona, vamos começar com o que são ativos.

O que são ativos?

O primeiro passo para entender o que é tokenização é saber o que são ativos e quais ativos podem ser tokenizados.

De maneira geral, ativos são tudo aquilo que possui valor e pode ser negociado e convertido em dinheiro.

Muitas vezes, os ativos são divididos em categorias. 

Existem ativos pessoais, que são posses de um sujeito ou uma família (como terras ou bens). E também existem ativos comerciais, que cooperam com o desenvolvimento de uma empresa (como maquinários ou patentes).

A maior parte dos ativos pode ser tokenizada e, dessa forma, ter sua negociação facilitada.

Um ativo tokenizado é um ativo representado digitalmente em partes na forma de tokens.

Então, vamos entender um pouco mais sobre tokens na próxima seção.

O que é token de ativo?

É impossível compreender o que é tokenização sem saber o que é token de ativo, como ele funciona e para que serve.

Os tokens são representações digitais de partes de um ativo. Eles podem representar tanto ativos tangíveis (tais quais empreendimentos imobiliários e carros) quanto intangíveis (tais quais patentes e carreiras de profissionais).

É mais fácil entender como os tokens funcionam a partir de um exemplo. Então, imagine que exista um imóvel avaliado em R$1 milhão e ele é fragmentado em 10 mil tokens.

Neste caso, cada token vale R$100 e você decide adquirir um deles. Imagine, então, que este imóvel é vendido posteriormente por R$3 milhões. Dentro deste exemplo, seu token estaria valendo R$300 e você receberia o seu retorno.

Os tokens servem para trazer vantagens tanto para os emissores quanto para os investidores, aumentando a liquidez de ativos, oferecendo acesso a ativos de alta performance e reduzindo os custos.

Nem todos os tokens funcionam da mesma maneira, mas você pode saber mais sobre os diferentes tipos de tokens aqui.

Dito tudo isso, vamos agora saber mais sobre como funciona esse processo.

Qual é o processo de tokenização?

Conhecendo todo o processo, é mais fácil que você entenda de uma vez por todas o que é tokenização.

Muitas pessoas que já realizam esse tipo de investimento ainda não dominam exatamente a maneira pela qual um ativo passa a ser representado digitalmente e pode ser negociado no formato de tokens.

E todo o processo de tokenização acontece em 4 etapas principais

1ª etapa: Estruturação do Token

Neste momento, a tokenizadora (a Liqi, por exemplo) avalia o ativo que um emissor pretende tokenizar para verificar sua existência e se ele se enquadra em certos requisitos.

Além disso, é desenvolvido um contrato jurídico que estabelece todos os direitos dos detentores do token.

Pode ser que, ainda neste primeiro processo, uma conta Escrow seja aberta, pois, em alguns casos, ela é responsável pelos recebimentos envolvidos no investimento.

2ª etapa: Emissão dos Tokens

É no segundo processo que está a resposta para o que é tokenização.

Afinal, é nesta etapa que os Smart Contracts são instantaneamente criados dentro de uma uma rede segura e criptografada chamada Blockchain.

Também é aqui que o time de tecnologia da tokenizadora configura todo o token, que passa a existir dentro do Blockchain da rede da Ethereum.

É o momento de representar digitalmente o ativo de maneira segura e imutável.

3ª etapa: Listagem ou Distribuição

Uma vez que os tokens estão prontos para serem distribuídos, eles são ofertados publicamente dentro de uma plataforma.

Então, os investidores podem finalmente obter a quantidade de tokens que desejam a partir da quantidade de capital que escolhem aplicar.

Então, quando a oferta é comercializada, o investidor recebe direitos ao ativo representado pelo token.

4ª etapa: Governança

As etapas anteriores explicam o que é tokenização, a quarta etapa diz respeito ao controle dos investidores sobre os tokens.

Depois de adquirirem os tokens, os investidores têm direito ao retorno de seus investimentos.

Além disso, cada investidor pode acompanhar o projeto do qual o token faz parte e entrar em contato com os emissores para fazer perguntas eventuais.

Agora que você já conhece o processo de tokenização, vamos entender um pouco mais sobre dois elementos que são partes fundamentais para que ele ocorra.

O que é Blockchain?

Só é possível entender o que é tokenização, sabendo basicamente o que é Blockchain!

Para começar, é importante dizer que a blockchain é um conjunto de tecnologias e diferentes estudos (de diversas áreas) que foram organizadas para atuar em prol de um objetivo comum.

Durante seu surgimento, ela serviu para resolver a questão do “gasto duplo” e revolucionou o universo digital.

Afinal, quando enviamos um arquivo para outra pessoa, ele não sai de nossos dispositivos, é apenas uma cópia que vai ao destinatário. 

Com a blockchain, isso não acontece, uma vez que você envia um token, por exemplo, ele sai de sua carteira e fica disponível na carteira de quem recebe.

Como funciona?

Pense na blockchain como um livro contábil que registra todas as informações necessárias para transacionar tokens.

Esses dados são gravados em um bloco com determinada data e horário. Sempre que novos dados são validados e aprovados, novos blocos são formados e adicionados de maneira interligada ao anterior.

Assim, uma cadeia de blocos é formada. E essa cadeia de blocos é imutável, não pode ser adulterada.

A Blockchain é segura?

Sim, a tecnologia da blockchain é extremamente segura e nunca foi hackeada desde o seu surgimento em 2008.

Uma das características que a torna mais resguardada é o fato de ser descentralizada, o que dificulta que invadam seus dados.

Dessa forma, o investimento em tokens é seguro por utilizar a blockchain, que não permite alteração nas informações já processadas e organiza e armazena essas informações de forma descentralizada.

Além de todas as tecnologias da Blockchain, os Smart Contracts também são utilizados para garantir que todos os termos sejam devidamente cumpridos.

O que são Smart Contracts?

Os Smart Contracts são o último conceito importante para entender definitivamente o que é tokenização!

Também conhecidos como contratos inteligentes, eles são códigos de programação, que incorporaram alguns tipos de cláusulas contratuais pré-programadas no blockchain.

Dessa maneira, garantem a validação e cumprimento das regras.

Basicamente, os Smart Contracts incorporam cláusulas de contrato aos computadores.

Assim, sempre que um acordo é efetivado digitalmente pelas partes envolvidas, os termos são validados automaticamente e não podem ser alterados.

Utilizar contratos inteligentes é uma ótima estratégia para reduzir custos envolvidos nas negociações. 

Além disso, eles sempre podem ser visualizados pelas partes interessadas; só começam a operar após serem comprovados; são privativos e todas as cláusulas devem estar explícitas para evitar divergência de interpretações.

Tudo isso faz com que sejam uma parte fundamental para garantir a segurança jurídica necessária para investimentos em tokens.

Agora você pode ter a confiança de que sabe tudo sobre tokenização: o que é, quais são as tecnologias envolvidas e como funciona todo o processo!

Você também pode conhecer os setores que já tokenizam e saber mais sobre por que tokenizar aqui no blog.

Quer se manter atualizado sobre o universo da tokenização de ativos? Siga o perfil da Liqi no Instagram!

Quer receber os nossos conteúdos e ficar por dentro de tudo o que acontece no universo da Tokenização?

Cadastre-se para receber os conteúdos por email

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.