tokenização, talkenização, podcast, liqi, o que é tokenização, podcast, mercado cripto, Blockchain

Talkenização #005: O que é a Blockchain e como ela participa da Tokenização?

Ao longo dos episódios anteriores do nosso podcast, o Talkenização, o CEO e o CMO da Liqi, Daniel Coquieri e Felippe Percigo, respectivamente, falaram sobre como funciona o processo de tokenização, o que são ativos, como a tokenização mudará o mercado e diversos outros assuntos. E um termo que se destacou em diversos momentos: a Blockchain.

E será ela a estrela do episódio de hoje do nosso podcast. Vem saber tudo sobre a Blockchain e como ela participa do processo de tokenização!

O que é a Blockchain?

De forma bem simples, podemos entender a essência da Blockchain como um software que roda em servidores descentralizados ao redor do globo, que possuem todas as informações das transações registradas e permitem o acesso em qualquer lugar do mundo

A Blockchain surgiu junto ao Bitcoin, no ano de 2008, por Satoshi Nakamoto. Isso porque foi a partir dela que a tecnologia Blockchain foi executada pela primeira vez, permitindo que a moeda fosse transacionada. Inicialmente chamada de Chain of Blocks, o termo foi sendo adaptado ao longo dos anos.

Como funciona a Blockchain?

Essa cadeia de blocos (traduzindo o termo para o português) se chama assim justamente porque consiste em vários blocos que formam uma cadeia imutável, cada um deles contendo informações das transações. De tempos em tempos, novos blocos são criados e se juntam à ela.

Dependendo da Blockchain, as informações contidas nos blocos podem variar, como, por exemplo, informações, transações, dados e muito mais!

Inicialmente, a Blockchain era utilizada apenas nas transações de criptomoedas, mas, hoje em dia, ela pode servir para diversas aplicações, como na tokenização. Além disso, ela ainda veio para resolver a questão do gasto duplo.

Mas o que é o gasto duplo? Vamos usar um documento de planilha como exemplo. Quando enviamos esse documento para outra pessoa, ele não sai de nossos dispositivos, é apenas uma cópia que vai ao destinatário. 

Com a Blockchain, isso não acontece. Quando você envia um token para outra pessoa, ela sai da sua wallet e vai para a de quem a recebe, evitando a criação de várias cópias daquele token e, também, possíveis fraudes. 

Afinal de contas, ela é segura?

Muito se pergunta sobre a segurança da Blockchain no mercado. E, se pararmos para pensar que ela funciona como um livro contábil que deixa tudo registrado com relação às transações, além do fato de ela ser uma cadeia imutável, podemos sim, afirmar que a Blockchain é segura.

Também é importante ressaltar que a Blockchain é um veículo para que diferentes agentes do mercado possam se conectar sem a necessidade de intermediários para confiar as informações das transações.

Quando se trata da imutabilidade da Blockchain, é preciso entender que cada bloco possui um espaço. Quando as informações que são armazenadas nele “lotam” o espaço, um novo bloco vazio é criado para que tudo continue sendo registrado.

Caso alguém tentasse alterar os dados do primeiro bloco da cadeia, seria necessário alterar todos os outros blocos presentes na cadeia, porque os blocos são interligados através de hashs.

Se interessou? Você pode ficar por dentro de todos os episódios lançados na página oficial do Talkenização!

Quer saber mais sobre o universo da tokenização e dos investimentos no Brasil e no mundo? Confira o perfil da Liqi no Instagram.

 

 

Quer receber os nossos conteúdos e ficar por dentro de tudo o que acontece no universo da Tokenização?

Cadastre-se para receber os conteúdos por email

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.